sábado, 24 de janeiro de 2009

“O pão nosso de cada dia”, o alimento mais antigo e mais popular da humanidade!





O pão é vida. É o alimento básico, o nosso sustento mais comum, mas ele não é só alimento para o corpo, ele é o símbolo do alimento para a alma, presente em várias religiões e crenças.

A história do pão acompanha o homem há milênios. Há várias versões sobre o seu surgimento. Esta é uma de muitas:

Quando o homem deixou de ser nômade para se dedicar à agricultura, deu um importante passo para sua evolução. Isso aconteceu quando ele descobriu que alguns grãos que cresciam soltos pela natureza podiam ser plantados e cultivados.

Eram vários os tipos de grãos, entre eles, a aveia, a cevada, o centeio e, claro, o trigo. Naquela época os grãos não eram iguais aos que encontramos hoje, eram o que chamamos de "grãos selvagens" que, ao longo dos séculos, foram sendo domesticados pelo homem.

Diferentes povos, desde a pré-história até o Mundo Antigo, utilizaram esses grãos para a alimentação, ou fazendo uma espécie de mingau, ou cozinhando um tipo de bolo não levedado, que ainda não era realmente o que podemos chamar de pão. Mas foi há mais ou menos 6 mil anos que os egípcios descobriram, sem querer, a fermentação do trigo, descobrindo, desta forma, o pão. Os egípcios rapidamente aprimoraram as receitas do pão, modificando-as e criando diferentes formas, sabores e usos.

O fermento, segundo contam, foi descoberto quando um pedaço de massa foi esquecido por alguém por mais tempo do que o necessário para concluir sua confecção, exposto ao calor e a umidade, antes de colocá-la para assar. A farinha umedecida entrou em processo de fermentação espontânea, ganhou volume, ficou mais macia, mudou de sabor. Foi assim que se descobriu o princípio básico do pão. Isto aconteceu às margens do rio Nilo, por volta de 2600 a.C. Depois de algum tempo, os egípcios passaram a empregar nas massas o levedo de cerveja, depois inventaram outros produtos, já químicos, para auxiliar no crescimento das massas.

Foram os egípcios que ensinaram aos gregos a arte de fazer pão e foi graças aos gregos que o pão se tornou um elemento importante na história da gastronomia. Os gregos foram considerados os mestres da arte de fazer pão e responsáveis pelo início da história do pão.


Os gregos gostaram tanto dessa arte que ensinaram o fabrico desse alimento em vários lugares. O surgimento do pão em Roma também se deu pelas mãos dos gregos.

Dizem que havia em 100 a.C., 258 padeiros e mais ou menos 200 padarias em Roma. Devido ao sucesso do novo produto, fundaram uma escola, no século I, de onde surgiram novas técnicas de moagem, produzindo uma farinha mais clara. Antes, o pão era escuro,de grãos integrais (semelhante ao pão integral de hoje).

Criou-se a primeira associação oficial de panificadores: seus associados gozavam de um estatuto muito privilegiado, como isenção de impostos, livres de alguns deveres sociais. Foi tão prestigiada a panificação durante o Império Romano, considerando esta que a elevou à comparação de outros segmentos da sociedade, como: as artes, a escultura, arquitetura e literatura.

Em Roma, a maioria dos padeiros era grega. Nesta época, eles chegaram a inventar 72 variedades de pão.

O pão era tão importante para os gregos que honravam os seus deuses e mortos com flores feitas de massa de pão. Assim como na Grécia, os cozinheiros e padeiros eram homens livres e muito honrados.

Durante o Império Romano, no início, o pão era feito em casa pelas mulheres. Depois, passou a ser produzido em padarias públicas, de onde surgiram os primeiros padeiros romanos, de acordo com o filósofo romano Plínio, isto aconteceu depois da conquista da Macedônia, em torno de 168 a.C.

Foram os romanos que levaram a panificação para a Península Ibérica, apesar de lá já encontrarem alguma prática dela, e até de uma fermentação regional, usava-se a espuma da cerveja como meio de fermentação, resultando num pão leve e esponjoso, diferente dos pães romanos que usavam os restos de massa velha ou vasilha suja de massa para obter a fermentação. Com a queda do Império Romano e da organização por ele imposta ao mundo, as padarias européias desapareceram. Somente os castelos, conventos e mosteiros podiam ter padarias. Houve, então, a volta da prática antiga, a de fazer o pão em casa.






Fazer pão é um prazer a ser experimentado!
Misturar os ingredientes e colocar a mão na massa é excitante!
Esperar a massa crescer é um tempo duvidoso!
Colocar a massa no forno é um ato glorioso!
Enquanto assa, o aroma se espalha pela casa,
excitando os paladares.
Enfim, comer pão feito em casa é uma incrível sensação!
Você vai ficar fã!
As receitas são simples,
é preciso apenas um pouco de tempo disponível
e o resultado, sem dúvida, é mágico!
Vamos tentar? Mãos à massa!


Algumas informações importantes sobre o fermento.


O fermento é um ingrediente muito utilizado na cozinha. Graças a ele, podemos provar alimentos macios, de digestão fácil e sabor agradável.

Quando é adicionado à massa, ocorrem vários processos (químicos ou biológicos), que acabam produzindo compostos gasosos. Esses gases expandem a massa dos pães e bolos e dão origem a pequenos buracos, que a torna macia.

A diferença entre os fermentos químicos e biológicos está em sua composição:

O químico é constituído de bicarbonato de sódio (NaHCO3); e o biológico apresenta um fungo do tipo levedura.

No fermento químico, as reações de decomposição ocorrem quando o bicarbonato gera gás carbônico e água, fazendo com que a massa aumente seu volume.

Essa reação é auxiliada pelo aumento de temperatura e só cessa quando todo o fermento reage. Já o fermento biológico, para reagir, precisa de glicose, que alimenta a levedura: o fungo ingere a glicose e seu metabolismo a transforma em gás carbônico e álcool, que, com o calor, expande a massa.

Como o fermento biológico é formado por um organismo vivo, as condições de produção da massa devem ser mais controladas: a temperatura, por exemplo, precisa estar entre de 30°C a 50°C, é por isso que deixamos a massa feita com fermento biológico crescer antes de ser assada, enquanto a que é produzida com fermento químico deve ir logo ao forno.

O fermento biológico pode ser seco (em pó) ou fresco (em tabletes ou a granel), cada pacote de fermento em pó (10g) equivale a 45g de fermento fresco (três tabletes).


DICAS PARA A UTILIZAÇÃO DO FERMENTO BIOLÓGICO

- Não bater o fermento no liquidificador, pois o atrito destrói as leveduras.

- Por não conter conservantes e ter água em sua composição, o fermento biológico fresco é um produto sensível, que necessita cuidados, principalmente no verão.

- Conservar o fermento fresco entre 1 a 8°C, a temperatura adequada é a principal responsável pela conservação do produto.

- Não congelar o fermento biológico, pois as temperaturas abaixo de zero danificam as células da levedura e diminuem sua atividade fermentativa.

- Verificar sempre a data de validade do produto antes da utilização.

- Não misturar o fermento diretamente no sal.

- Utilizar os líquidos sempre na temperatura ambiente, ou morninho, nunca quente.

- A melhor forma para utilizar o fermento biológico fresco é dissolvê-lo com a metade da quantidade de água, em temperatura ambiente ou morna que será utilizada na receita, ou esfarelá-lo sobre a massa ou ainda com o açúcar. Depois, basta sovar até obter uma massa homogênea.


VAMOS ÀS RECEITAS!


MASSA BÁSICA PARA PÃO


Ingredientes:

6 xícaras (chá) de farinha de trigo (750 gramas)
3 colheres (chá) rasas de sal
1 colher (sopa) rasa de açúcar
30 g de fermento biológico
1 colher (sopa) de óleo
500 ml de água

Modo de fazer:

Peneirar a farinha de trigo com o sal e o açúcar numa tigela. Fazer uma cavidade no meio e reservar.

Levar ao fogo uma panela com 1/2 litro de água por 2 minutos, ou até amornar, cuidado, não pode aquecer demais.

Retirar do fogo e juntar o fermento. Mexer com uma colher até o fermento dissolver.

Despejar o fermento na cavidade aberta na farinha de trigo e amassar com as mãos até obter uma massa lisa e homogênea.
Transferir a massa para uma superfície enfarinhada e sovar até ficar lisa e elástica.

Fazer uma bola uniforme, colocar em uma tigela e cobrir com filme plástico.

Deixar descansar em local aquecido por 45 minutos, ou até dobrar de volume.

Ligar o forno na temperatura média, a 180°C.

Untar 2 assadeiras com óleo.

Modelar os pães, em forma de pãezinhos ou filões ou rosca, colocar na assadeira e, com uma faca, fazer talhos em forma de cruz na superfície da massa, para dar um efeito mais bonito.

Levar ao forno por 50 minutos ou até o pão dourar e ficar firme ao tato. Retirar do forno, desenformar e deixar esfriar.

PÃO TIPO ITALIANO



Ingredientes:

45g de fermento fresco
2 colheres (sopa) rasas de açúcar
1 colher (sopa) rasa de sal
2 colheres (sopa) de margarina com sal
400 ml de água morna
1 kg de farinha de trigo

Modo de fazer
:

Em uma tigela grande dissolver o fermento com o açúcar até ficar líquido. Em seguida. Acrescentar os ovos, a margarina, a água morna e o sal, misturar tudo e juntar 900 g de farinha de trigo. Sovar a massa sobre uma superfície enfarinhada até desgrudar das mãos, para isso polvilhar o restante da farinha aos poucos de acordo com a necessidade. Fazer uma bola, polvilhar com farinha e deixar descansando por 10 minutos.

Voltar a amassar por cerca de 5 minutos. A massa deverá ficar firme, lisa e homogênea. Modelar os pães em formato redondo, colocar em uma assadeira untada com óleo, bem afastados uns dos outros para não grudarem. Com uma faca afiada fazer em cada pão um corte em cruz. Cobrir com um pano e deixar descansar até dobrar de volume (aproximadamente de 30 a 40 minutos, dependendo da temperatura do dia). Levar ao forno a 180°C por 45 minutos ou até dourar.

PÃO DE MANDIOQUINHA



foto


Ingredientes:


500 g de mandioquinha cozida morna
1 xícara (chá) de água do cozimento da mandioquinha morna
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de óleo
1 colher (sopa) de manteiga
3 ovos
60 g de fermento biológico
1 kg de farinha de trigo

Modo de fazer:

Dissolver o fermento com um pouco de açúcar.

Bater no liquidificador todos os outros ingredientes menos o fermento e a farinha.

Despejar o creme numa tigela, adicionar o fermento dissolvido e a farinha, aos poucos, até dar ponto, sovando bem.

Modelar pãezinhos ou filões ou rosca, colocar em uma assadeira enfarinhada. Cobrir com um pano e deixar crescer até dobrar de volume. Pincelar com uma gema misturada com um pouquinho de óleo

Levar ao forno a 180°C até dourar, aproximadamente, 45 minutos.

Esse pão também pode ser feito com mandioca, fica muito bom!

PÃO DE BATATA



Ingredientes
:

4 batatas médias cozidas e espremidas (400 g) ( pode ser feito com batata doce)
Atenção, as batatas devem estar mornas, nunca quentes.
45 g de fermento biológico
1 copo de água do cozimento das batatas (morna)
3 ovos
1 xícara de óleo
1 colher (chá) de açúcar
1 colher (sobremesa) de sal
1 kg de farinha de trigo

Modo de fazer:

Desmanchar o fermento no açúcar, juntar um pouco de farinha de trigo e a água, mexer e deixar crescer até dobrar de volume.

Depois de crescida, colocar as batatas espremidas e mornas, o óleo, os ovos e o sal, misturar e juntar a farinha aos poucos até dar ponto. Deverá ficar uma massa lisa e despregar das mãos.

Modelar os pãezinhos no tamanho desejado. Se quiser poderá rechear com um pouco de Catupiry. Para isso abrir um pouco da massa na palma da mão, colocar o requeijão, bolear e dispor numa forma enfarinhada. Cobrir com um pano e deixar crescer até dobrar de volume.

Pincelar os pães com gema e levar ao forno quente a 180°C por 30 minutos ou até dourarem.

PÃO DE CENOURA

Ingredientes:

500 g de cenoura cozida
2 xícaras (chá) de açúcar
2 ovos
30 g de fermento biológico
1 copo de leite (250 ml)
½ xícara (chá) de óleo
3 colheres (sopa) de manteiga
800 g de farinha de trigo
Uma pitada de sal

Modo de fazer:

Dissolver o fremento em um pouco de açúcar.

Bater no liquidificador todos os outros ingredientes, menos a farinha de trigo. Despejar o creme em uma tigela, adicionar o fermento dissolvido e aos poucos, a farinha de trigo. Sovar até dar o ponto de uma massa lisa e homogênea. Modelar os pães, colocar numa assadeira untada e enfarinhada, cobrir com um pano e deixar crescer até dobrar de volume.

Pincelar com gema e levar ao forno a 180°C por aproximadamente 50 minutos ou até dourar.

PÃO SIRIO





Ingredientes:

800 kg de farinha de trigo
2 colheres (chá) de sal
½ copo de açúcar
2 colheres (sopa) de óleo
1 copo de leite morno (cuidado para não aquecer demais)
2 ovos

Modo de fazer:

Desmanchar o fermento com o açúcar, acrescentar todos os ingredientes, por último juntar a farinha de trigo aos poucos e trabalhar bem a massa com as mãos. A massa deverá ficar lisa, uniforme e firme.

Fazer bolinhas do tamanho de um limão, deixá-los sobre uma base enfarinhada e deixar descansar por uma hora, cobertos com um pano.

Esticar cada bolinha com o rolo de macarrão, formando um pequeno disco. Dispor os discos em assadeira levemente untada com manteiga e enfarinhada. Deixar crescer por uma hora e depois levar ao forno bem quente por 20 minutos. Não deixar dourar a parte de cima, apenas em baixo dos pães.

Pão de Abóbora



Ingredientes:

1 xícara de água do cozimento da abóbora (temperatura morna)

30 g de fermento fresco
100 g de açúcar

1 colher (chá) de sal

500 g de polpa de abóbora madura, cabotiã cozida e amassada ( em temperatura morna)

50 ml de azeite de oliva

750 g de farinha (a quantidade pode variar de acordo com o grau de umidade da abóbora)
1 ovo batido

Modo de fazer:
Numa tigela grande, misturar a água com o fermento e a metade do açúcar. Esperar 15 minutos ou até espumar. Juntar então o açúcar restante, o sal, a polpa de abóbora amassada e o azeite. Misturar bem. Aos poucos, colocar a farinha de trigo e mexer com uma colher. Quando começar a ficar difícil de mexer a massa, passá-la para uma superfície enfarinhada e amassar, juntando a farinha aos poucos, até formar uma massa lisa e homogênea.

Voltar a massa para a tigela, cobrir com pano e esperar até a massa crescer. Passar a massa para a superfície enfarinhada, dividir em 3 e modelar os pães em bolas, colocando-as afastadas em uma assadeira grande, untada e enfarinhada. Cobrir com um pano e deixar crescer por mais meia hora.

Pincelar a superfície dos pães, delicadamente, com um ovo batido. Se quiser, fazer cortes com lâmina afiada (bisturi, estilete ou gilete). Levar ao forno pré-aquecido médio (180ºC mais ou menos) e deixar assar por cerca de 50 minutos ou até ficar bem dourados. Retirar do forno e deixar esfriar sobre uma grade.



Dica:Cozinhar a abóbora picada com o mínimo de água possível e realçar seu sabor adicionando à água do cozimento 1 colher (sopa) de açúcar.

PÃEZINHOS COM GOTAS DE CHOCOLATE




Ingredientes:

15 g de fermento fresco
50 g de açúcar
25 g de manteiga
250 ml de leite morno
1 gema
1 ovo
500 g de farinha de trigo
Uma pitada de sal
100 g de chocolate meio amargo ralado grosso ou granulado

Modo de fazer:

Misturar o fermento com o açúcar, juntar o leite e aos pouco, adicionar a farinha de trigo. Adicionar a manteiga, o sal e a gema e o ovo batidos. Amassar bem e por último acrescentar o chocolate.

Deixar descansar cerca de 40 minutos, até dobrar de volume. Pegar a massa e modelar os pãezinhos, fazendo bolinhas e colocando em uma forma forrada com papel manteiga. Levar ao forno a 180/C até dourarem.

PÃEZINHOS DE RICOTA



Ingredientes:

150 g de ricota amassada
500 g de farinha de trigo
45 g de fermento fresco
2 colheres (sopa) de manteiga sem sal, amolecida
2 colheres (sopa)rasas de açúcar
1 colher (sopa) rasa de sal
1 xícara (chá) de leite morno
1 ovo
1 gema

Modo de fazer:

Em uma tigela grande misturar a ricota, a manteiga amolecida e o ovo.

Dissolver o fermento no açúcar e no leite morno, colocar na tigela com os outros ingredientes, juntar a farinha e o sal. Amassar tudo muito bem. Sovar a massa por cerca de 10 minutos.

Modelar os pãezinhos e colocá-los em uma assadeira, untada e enfarinhada, distantes uns dos outros. Cobrir com um pano e deixar crescer até dobrar de volume.

Antes de levar ao forno, pincelar os pãezinhos com a gema de ovo batida. Assar em forno pré-aquecido a 180°C por 40 minutos ou até que os pães estejam dourados.

PÃO RECHEADO COM RICOTA




Ingredientes da massa:

60 g de fermento biológico
1 xícara de leite em temperatura ambiente ou levemente amornado
2 ovos
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de manteiga
500 g de farinha de trigo

Recheio:

500 g de ricota fresca
100 g de uvas passas sem sementes
2 ovos
1 colher (sopa) de manteiga
6 colheres (sopa) rasas de açúcar
1 colher (chá) de essência de baunilha

Modo de fazer:

Dissolver o fermento com o açúcar, adicionar o leite e os outros ingredientes da massa. Amassar tudo muito bem até a massa ficar lisa.

Dividir a massa em duas porções. Abrir cada porção com o rolo de macarrão na espessura de meio centímetro e espalhar o recheio por cima. Enrolar feito rocambole. Colocar em uma assadeira, cobrir com um pano e deixar crescer até dobrar de volume. Depois de crescida, pincelar com uma gema misturada com um pouco de óleo e levar ao forno a 180°C e assar até dourar.

Para o recheio, basta misturar todos os ingredientes.

Opção: você pode fazer pãezinhos pequenos.

Variação de recheio:

Se gostar, adicionar maçãs picadas no creme de ricota.

PÃES DE FORMA


Receitas muito simples de preparar e saborosas. Experimente!


PÃO DE CENOURA DE LIQUIDIFICADOR



Ingredientes:

2 tabletes de fermento biológico (30 g)
2 colheres (sopa) rasas de açúcar
1 colher (chá) rasa de sal
2 ovos
1colher (sopa) de orégano
1 xícara (chá) de óleo mais azeite
1 xícara (chá) de água morna
2 cenouras picadas
600 g de farinha de trigo

Modo de fazer:


Bater no liquidificador, os ovos, o sal, o orégano, as cenouras e o óleo.

Em uma tigela dissolver o fermento com o açúcar. Adicionar a água e a mistura que foi batida no liquidificador. Juntar aos poucos a farinha de trigo mexendo bem até formar uma massa mole. Fica uma massa de bolo mais densa, ao levantar a colher a massa deverá demorar para cair).

Untar duas formas para bolo inglês com manteiga e polvilhar com farinha de trigo, colocar a massa e deixar descansando cobertas com um pano de prato ou filme plástico por 30 minutos.Levar ao forno a 180°C por cerca de 40 minutos.

Deixar amornar e desenformar.

PÃO DE FORMA SIMPLES

Ingredientes:

1 ¼ xícara (chá) de farinha de trigo
15 g de fermento biológico
1 ovo
1 colher (sopa) de óleo
Um pitada de sal
1 colher (café) de açúcar
3 xícaras (café) de leite em temperatura ambiente ou morninho

Modo de fazer:

Dissolver o fermento com o açúcar.

Bater no liquidificador os outros ingredientes, menos a farinha de trigo.

Despejar o creme em uma tigela, juntar o fermento dissolvido e a farinha de trigo. Misturar tudo muito bem com uma colher. A massa ficará mole, porém mais densa que uma massa de bolo (ao levantar a colher a massa deverá demorar para cair).



Despejar a massa em uma forma de bolo inglês, untada e enfarinhada, cobrir com um pano ou filme plástico e deixar crescer até dobrar de volume.
Assar por 15 minutos em forno fraco (160°C) e mais 15 minutos em forno a 180°, até o pão ficar dourado.

PÃO DE FORMA AROMATIZADO




Ingredientes:

30 g de fermento fresco
2 ovos
1 ½ xícara (chá) de água morna
½ xìcara (chá) de óleo mais azeite
1 colher (sopa) rasa de açúcar
1 colher (sopa) rasa de sal
3 dentes de alho picados
1 cebola grande picada
1 colher (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
1 colher (sopa) de orégano
500 g de farinha de trigo


Modo de fazer:

Dissolver o fermento na água morna e reservar.


Bater no liquidificador, o óleo, os ovos, o sal, o açúcar, o orégano, o alho e a cebola.

Despejar em uma tigela grande e adicionar o fermento dissolvido, o queijo ralado e a farinha. Mexer tudo muito bem com uma colher e colocar em uma forma grande de bolo inglês ou em duas pequenas, todas untadas com manteiga e enfarinhadas. Cobrir com um pano e deixar descansar por cerca de 30 minutos.
Levar ao forno a 180°C por aproximadamente 45 minutos. Desenformar morno e deixar esfriar sobre uma grade.


PÃO DE FORMA DE ABÓBORA RÁPIDO

Ingredientes:


1 xícara e meia (chá) de farinha de trigo

1 colher (sopa) de fermento em pó (químico)

1 colher (café) de sal
1 ovo

1/2 xícara (chá) de margarina cremosa (100 g)
1 xícara (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de abóbora cozida e amassada (300 g)

1 colher (chá) de gengibre ralado

açúcar cristal para polvilhar

Modo de fazer:

Peneirar duas vezes a farinha, o fermento em pó e o sal. Bater na batedeira o ovo, a margarina, o açúcar, a abóbora e o gengibre. Untar uma forma média tipo bolo inglês com margarina. Despejar a massa, polvilhar o açúcar cristal e levar ao forno preaquecido à temperatura média (180 graus) para assar, por cerca de 40 minutos ou até dourar. Desenformar morno.

Dica:Cozinhar a abóbora picada com o mínimo de água possível e realçar seu sabor adicionando à água do cozimento 1 colher (sopa) de açúcar.

PÃO DE FORMA COM ERVAS E IOGURTE


foto

Ingredientes:

15 g de fermento fresco
1 colher (sopa) de açúcar
½ xícara (chá) de leite morno
2 potes de iogurte natural (400 g)
½ xícara (chá) de óleo
1 ovo
½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado
1 colher (sopa) de orégano e cheiro verde picado
1 colher (chá) de sal
4 xícaras (chá) de farinha de trigo
Ingredientes para polvilhar:
Manteiga para untar a forma
2 colheres (sopa) de farinha de rosca
1 gema
1 colher (sopa) de queijo ralado
1 colher (chá) de orégano

Modo de fazer:

Colocar num recipiente grande o fermento e o açúcar, mexer até ficar líquido.
Acrescentar o leite, o iogurte, o sal, o ovo, o queijo, o óleo e as ervas. Mexer tudo muito bem.

Adicionar a farinha de trigo, aos poucos, até ficar consistente e homogênea.
Colocar em uma forma grande de bolo inglês ou duas pequenas, untadas e polvilhadas com a farinha de rosca. Deixar crescer em local aquecido por cerca de uma hora.

Pincelar os pães com a gema de ovo e levar ao forno a 180°C, por aproximadamente 30 minutos. Retirar do forno e esperar amornar para desenformar.

Caso queira fazer pães modelados, acrescentar mais farinha na massa até desgrudar das mãos. Fazer o formato desejado e deixar descansar.

PÃO DE FORMA COM IOGURTE




Ingredientes:

800 g de farinha de trigo
2 copos de iogurte (400 g)
3 colheres (sopa) de manteiga sem sal
3 colheres (sopa) rasas de açúcar
1 colher (chá) rasa de sal
3 ovos
30 g de fermento fresco
½ xícara (chá) de leite morno

Modo de fazer:

Bater no liquidificador o iogurte, a manteiga, os ovos e o sal por cerca de 3 minutos. Enquanto isso, untar uma forma grande de bolo inglês ou duas pequenas com manteiga e polvilhar farinha de trigo, reservar.

Dissolver o fermento no açúcar e juntar o leite morno. Acrescentar o líquido que foi batido, misturar muito bem e acrescentar a farinha de trigo aos pouco. Mexer bem, deverá ficar uma massa mole, porém mais densa que massa de bolo (ao levantar a colher a massa deverá demorar para cair).

Despejar a massa na forma, cobrir com filme plástico ou com um pano e deixar descansar por cerca de 30 minutos. Caso o dia esteja mais frio, deixar mais tempo, até dobrar de volume.



Levar ao forno a 180°C por aproximadamente 45 minutos ou até ficar dourado. Desenformar morno.

8 comentários:

Monica Azevedo disse...

D. Teresa, a Mari me contou dos pães. E ficam deliciosos mesmo como parecem nas fotos?
É fácil mesmo de tudo fazer os pães?? Por que tenho uma certa preguiça de achar que vai ficar uma delicia, sentir o cheirinho dele assando no forno e ficar ruim... risos
adoro seu blog.
beijo, Monica

Alessandra disse...

Incrível a evolução das fotos... Melhorou 100%... Fiquei surpresa!! Parabéns. Era deste tipo que eu te falava. ótima matéria! Alê

Monica disse...

D. teresa, tem uma lojinha na Av. dos Eucaliptos que é uma graça e várias coisinhas para a cozinha. Nao sei se a senhora conhece. Acabei de comprar umas coisinhas lá. www.barradoce.com.br

Anônimo disse...

Oi tia,

É o Mauricio, amigo do Totondes, filho da Sueli e do Cláudio, lembra ? Falando com o Totondes mostrei meu blog para ele e ele me disse que vc tem um. Adorei! Muito bom o seu blog e as receitas! O meu é http://nafrigideira.blogspot.com. O meu não é tão profissional quanto o seu, mas tem umas receitas e fotos bem boas. Vou testar as suas. Bjs

Vania disse...

Olá! Acabei de fazer o pão sírio, porém como somos apenas 2 aqui em casa e a receita rendeu 36 pães, gostaria de saber como guardá-los de um dia pro outro, conservando-os fresquinhos??
Muito obrigada,
Vânia

Anônimo disse...

Ola

Sou apaixonado por pães e estou sempre procurando idéias na internet. Em uma de minhas procuras cai aqui no seu blog e copiei uma de suas boas receitas, por isto tenho o seu blog em meus favoritos e estou sempre por aqui curoseando.
A Nádia do blog http://vieirasetrufas.blogspot.com ofereceu um belíssimo livro de receitas para a melhor resposta a pergunta "Você tem fome de quê?"
Você poderia me fazer um favorzinho? Ir até lá é votar na minha frase... é a de número 5.
Desde já fico-lhe muito grato

Nicolai

Lica disse...

Sempre procuro receitas para paes em livros e nunca ficam boas, dessa resolvi seguir tua receita de pao de ricota que parecia tao simples que ate desconfiei. Como as receitas que faco geralmente ficam sem sal resolvi acrescentar mais um pouco e.....ficou salgado. Em resumo confie nas receitas de Teresa, elas sao simples, saborosas e sempre dao certo. Bjao Tia continue com seu blog.

Anônimo disse...

Muito boas as receitas mas gostaria de saber qual a quantidade de fermento para a receita de pão sírio.Obrigada ,Rosane.