domingo, 14 de junho de 2009

MILHO, O REI DAS FESTAS JUNINAS!


POEMA DO MILHO

(Um trecho do poema de Cora coralina)


"Jesus e São João
andaram de noite passeando na lavoura
e botaram a bênção no milho.
Fala assim gente de roça e fala certo.
Pois não está lá na taipa do rancho o quadro deles,
passeando dentro dos trigais?
Analogias... Coerências.

Milho embandeirado bonecando em gestação.
- Senhor!... Como a roça cheira bem!
Flor de milho, travessa e festiva
Flor feminina, esvoaçante, faceira.
Flor masculina - lúbrica, desgraciosa.

Bonecas de milho túrgidas,negaceando,
se mostrando vaidosas.
Túnicas, sobretúnicas...saias, sobre-saias...
Anáguas... camisas verdes.
Cabelos verdes...
- Cabeleiras soltas,
lavadas, despenteadas...
- O milharal é desfile de beleza vegetal”...


O mês de junho, no Brasil é a época da colheita do milho, por isso grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festas juninas, são feitos deste alimento. Pamonha, curau, milho cozido ou assado, canjica, cuzcuz, pipoca e bolo de milho são alguns exemplos.


O grão do milho é constituído de carboidratos, proteínas, vitaminas ( A e complexo B), sais minerais (ferro, fósforo, potássio, cálcio), óleo e grandes quantidades de açúcares, gorduras, celulose e calorias.




Atualmente, dentre os cereais cultivados no mundo, o milho coloca-se em terceiro lugar, sendo superado apenas pelo trigo e arroz.

Milho, palavra que vem do latim (Miliu). Planta da família das gramíneas. O seu nome científico (Zea mays), planta de caule grosso, com um a três metros de altura, folhas largas, planas e pontiagudas.



É um cereal originário do México e muito utilizado pelos povos maias e astecas.Arqueólogos paleobotânicos descobriram que no vale de Tehuacân no sul do México já tinha o seu cultivo há mais ou menos 4.600 anos. Já antes de Cristóvão Colombo a sua extensão ia desde o Chile até ao Canadá Oriental, com muitas variedades e tinham respeito religioso de vários povos primitivos. Com o crescimento da América, foi apresentado aos países mediterrâneos onde se estendeu rapidamente.



Cristóvão Colombo é considerado o descobridor não só do Novo Continente, a América, mas também de seu mais famoso alimento, o Milho, esse cereal branco ou amarelo, protegido por camadas de folhas fibrosas, era há muito tempo a principal fonte de energia consumida pelos índios americanos.

O modo mais comum de utilização do milho pelos nativos americanos era como farinha ou fubá. Depois de pilado, o cereal era então fervido e comido como polenta ou ainda, transformado em deliciosas tortilhas e massas comestíveis que faziam a festa dos Astecas, Maias, Incas e demais povos da região centro-americana e andina. Essas tradições foram preservadas até os dias de hoje e esses alimentos derivados do milho continuam sendo muito populares.

Além das mencionadas tortilhas e polentas, também é comum o consumo do milho cozido temperado apenas com sal (aos quais algumas pessoas gostam de adicionar manteiga) ou ainda assado na grelha (sendo que em algumas regiões coloca-se a espiga no fogo sem que se retire a palha). Recomenda-se que o Milho Verde seja sempre comprado com a palha que o recobre intacta, pois o açúcar contido em seus grãos se transforma em amido quando se retira sua camada protetora que é justamente essa palha.

Logo após a descoberta da América, o milho foi levado para Espanha, Portugal, França e Itália, onde era a princípio cultivado em jardins mais como planta exótica e ornamental. Uma vez reconhecido seu valor alimentar, passou a ser cultivado como planta econômica e difundiu-se para o resto da Europa, para Ásia e Norte da África e hoje praticamente é cultivado no mundo todo, exceto em regiões que apresentam limitações climáticas.


BOLOS DE MILHO


BOLO DE MILHO ZÁS TRÁS


Ingredientes:

1 lata de milho verde em conserva
A mesma medida de leite
A mesma medida de açúcar
A mesma medida de milharina ou fubá fino
A mesma medida de farinha de trigo
Meia medida de óleo
3 ovos inteiros
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de fazer:

Bater no liquidificador o milho com a sua água (caso não tenha água adicionar um pouquinho apenas para ajudar a bater. Adicionar o leite, o óleo, os ovos, o açúcar, a milharina (ou fubá). Desligar o liquidificador e adicionar a farinha de trigo, mexer bem e por último acrescentar o fermento em pó.

Colocar o creme em uma forma de buraco no meio, untada e enfarinhada e levar ao forno a 180°C por cerca de 50 minutos ou até dourar.

Para saber se um bolo está pronto, enfiar um palito de dente no bolo. Se o palito sair limpo, o bolo estará pronto.

VARIAÇÃO:

1-Substituir o leite por uma garrafinha de leite de coco, colocar dentro da lata de milho e completar com leite comum.
2-Substituir a farinha de trigo por um pacote de coco ralado.

BOLO DE MILHO E QUEIJO





10 colheres (sopa) de milharina ou fubá
3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
1 colher (sopa) de fermento em pó
3 colheres (sopa) de margarina sem sal
3 ovos
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de leite de vaca
1 lata de milho em conserva com o líquido

Modo de fazer:

No liquidificador, bater os ovos, o açúcar, a margarina, o leite, o queijo e a milharina. Deixar o milho para bater no final. Desligar o liquidificador e adicionar do fermento, misturar e despejar o creme em uma forma de buraco no meio untada e enfarinhada.

Assar em forno pré-aquecido a 180°C por 30 minutos. Fazer o teste do palito.


BOLO DE MILHO CAIPIRA


Ingredientes:

1 lata de milho verde com a água
1 xícara (chá) de leite
1/3 de xícara (chá) de óleo
2 ovos inteiros
1 xícara (chá) de açúcar
6 colheres (sopa) bem cheia de fubá
1 colher (chá) sobremesa de fermento em pó

Modo de fazer:

Bater tudo no liquidificador, menos o fermento em pó que deve ser adicionado com o liquidificador desligado. Despejar o creme em uma forma retangular untada e enfarinhada e levar ao forno pré-aquecido a 180°C por cerca de 30 minutos ou até que, enfiando um palito no centro do bolo, ele saia limpo.

Depois que o bolo estiver assado, polvilhar açúcar e canela misturados por cima dele na quantidade que desejar.



BOLO PAMONHA


foto

Receita do Leitecondensado.com

Ingredientes
:

1 lata de leite condensado
1/2 xícara (chá) de leite
5 espigas de milho
5 colheres (sopa) de margarina
3 ovos
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de fazer:

Bater todos os ingredientes no liquidificador, menos o fermento.
Passar para uma travessa e misturar delicadamente 1 colher (sopa) de fermento em pó.

Assar em forma de buraco no meio untada e enfarinhada em forno a 180°C por cerca de 45 minutos. Fazer o teste do palito.


BOLO DE MILHO VERDE



Esta receita foi extraída do livro: O doce brasileiro, da Nestlé.

Ingredientes:

4 espigas de milho
½ xícara (chá) de óleo
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
1 lata de leite condensado
3 ovos
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de fazer:

Retirar os grãos de milho de espiga, fazendo cortes rentes ao sabugo.

Bater no liquidificador co meia xícara de água e depois passar por uma peneira.

Recolocar o creme no liquidificador e bater bem com o óleo, os ovos e o leite condensado.

Despejar o creme numa tigela e adicionar a farinha de trigo peneirada, misturar bem e acrescentar o fermento em pó.

Untar e enfarinhar uma forma de buraco no meio e despejar a massa dentro, levar ao forno pré aquecido a 180°C por cerca de 40 minutos.

Desenformar morno.


BOLO COM PUDIM DE MILHO

Receita extraída do livro da Nestlé

foto

Ingredientes:

Massa:

½ xícara (chá) de açúcar
200 g de manteiga
7 ovos
2 xícaras (chá) de fubá
1 lata de leite condensado
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó

Pudim:

6 espigas de milho
1 lata de leite condensado
A mesma medida de leite
3 ovos

Caramelo:

2 xícaras (chá) de açúcar

Modo de fazer:

Caramelo: Dissolver o açúcar no fogo até dourar e despejar numa forma retangular, onde assará o bolo, procurando envolver o fundo e as laterais da forma.

Massa: Bater o açúcar com a manteiga e as gemas até obter um creme leve. Juntar o leite condensado e o sal.

Misturar levemente a farinha de trigo peneirada com o fermento e as claras batidas em neve.

Despejar o creme na forma caramelizada e sobre ele o pudim.

Pudim
: Ralar as espigas e bater no liquidificador com o leite condensado, o leite e os ovos até obter uma consistência cremosa. Colocar o pudim sobre a massa do bolo com a ajuda de uma colher, primeiro nas bordas e depois no centro da forma.

Dica: Querendo, pode-se substituir as espigas por 3 latas de milho verde em conserva.

Assar em forno quente (200ºC) por aproximadamente 1 hora. Desenformar ainda quente.


BOLO DE MILHO DIFERENTE

Receita do Açúcar União


foto

Ingredientes:

500 g de farinha de milho flocada, pré cozida
2 xícaras ( chá) de água
6 xícaras (chá) de açúcar
1 pitada de sal
2litros de leite
2 vidros de leite de coco4 colheres (sopa) de manteiga sem sal

Modo de fazer:

Em uma tigela misturar a farinha de milho com a água e o sal e deixar descansar até a farinha absorver toda a água.

Em uma panela colocar o leite com o açúcar e levar ao fogo até levantar fervura. Adicionar a farinha que ficou descansando e cozinhar em fogo brando, mexendo sempre. Retirar do fogo e acrescentar o leite de coco e a manteiga, misturar tudo muito bem e despejar a massa numa forma de buraco no meio (não precisa ser untada).

Levar ao forno pré aquecido a 180°C por cerca de 45 minutos ou até dourar.

Desenformar frio.


BOLO DE FUBÁ COM KARO




Karo é glucose de milho encontrado em qualquer supermercado.

Ingredientes:

1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de fubá fino
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de Karo
1 xícara (chá) de manteiga
2 ovos ligeiramente batidos
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de fazer:

Em uma tigela misturar a farinha de trigo, o fubá e o fermento, reservar.

À parte bater muito bem os ovos, o Karo, a manteiga e o leite. Acrescentar à mistura de farinha e mexer tudo muito bem.

Despejar a massa em uma forma redonda untada e levar ao forno pré aquecido a 180°C por cerca de 30 minutos. Fazer o teste do palito.


BOLO DE MILHO COM QUEIJO DE MINAS



Ingredientes:
2 copos de milho verde
1 copo de leite
2 copos de açúcar
4 colheres ( sopa) de margarina
2 copos de farinha de trigo
1 colher e meia (sopa) de fermento em pó
1 copo de queijo minas padrão ralado grosso
4 ovos

O copo é do tipo americano.
Modo de fazer
Ralar as espigas e bater no liquidificador com o leite e reservar.

Bater as claras em neve e reservar.

Bater na batedeira as gemas, a margarina e o açúcar até ficar esbranquiçado.

Na mesma tigela, misturar com uma colher a farinha e o fermento peneirado. Em seguida, juntar o queijo e a mistura do milho com o leite que estava reservada. Depois de tudo muito bem misturado, acrescentar as claras em neve.

Untar e polvilhar com farinha de trigo uma forma de furo central.

Levar ao forno médio por aproximadamente 30 minutos ou até que, espetando um palito, o mesmo saia sequinho.

2 comentários:

Mariazita disse...

Querida amiga
Muito interessante, este seu post.
O poema de Cora Coralina é muito bonito, e depois toda a informação que vc fornece acerca do milho, é muito importante.
Gostei imenso.
As receitas devem ser boas...mas cá em Portugal não temos o hábito de consumir o milho da forma que vc explica. Faz-se broa de milho, alguns bolos com farinha de milho, merendeiras - uma espécie de broas de Natal, com farinha de milho, abóbora, nozes, corintos, açúcar...etc. São muito boas, e eu gosto muito.
E também o milho cá só é colhido lá para Setembro, fins de Agosto...
Isso tem a ver com o clima, é claro.

Achei este post muito bom. Parabéns.

Muitos beijinhos portugueses
Mariazita

Lya Lukka disse...

Oi, estava eu, fazendo uma pesquisa sobre milho, pois também quero postar em meu blog a poesia da oração do milho, também de cora coralina. E vi essas delicias de receita. Hum, fiquei com água na boca, adicionei seu blog e parabén, por ele e por suas receitas, não sou boa em cozinha, mas tenho uma irmã que vai amar essas receitas e quem sabe eu até me arrisque. Ah, também queria usar a imagen que usou, mas não achei muitop legal copiar sem sua permisão, né? Será que poderia usá-la? Bjs Obrigada.